SEO para e-commerce: por onde começar

SEO para e-commerce: como melhorar os resultados orgânicos de sua loja virtual

Segundo o Digital AdSpend 2022 1H, até o primeiro semestre de 2022 foram investidos mais de R$ 14,7 bilhões em mídia paga. Dentro do montante, os e-commerces se destacam com um share de search (busca paga) muito maior que os outros negócios. Em 2023, com uma tendência de aumento de investimentos, SEO pode ser uma boa alternativa para diversificar as fontes de tráfego.

Quem é gestor de loja virtual sabe que é fundamental para alavancar as vendas aparecer na primeira página do Google nos resultados da pesquisa orgânica. 

Por esse motivo investir em SEO para e-commerce é uma necessidade na vida de quem gerencia um comércio eletrônico e deseja obter melhores resultados para o negócio (melhorar a visibilidade da loja, crescer a base de leads da loja e vender mais), com ajuda do canal orgânico.

Confira nosso guia feito para ajudar você a criar estratégias de SEO para e-commerce que dão certo!

Navegue pelos tópicos do conteúdo

O que é SEO para e-commerce?

O SEO para e-commerce é um conjunto de técnicas e estratégias de otimização para o Google, e outros buscadores, que tem o intuito de fazer sua loja virtual conquistar posições na primeira página da busca orgânica, aumentando assim a visibilidade da marca, com várias palavras-chaves ranqueando para diferentes tópicos relevantes para o negócio.

Além disso, as otimizações em lojas virtuais visam também o crescimento do tráfego orgânico, que leva mais usuários para o seu e-commerce, aumentando as chances de crescimento das vendas online. 

Qual a diferença entre as estratégias de E-commerce para SEO e mídias sociais? 

As estratégias de SEO visam melhorar o posicionamento do e-commerce na busca orgânica do Google (resultados orgânicos da SERP: Search Engine Results Page) ao otimizar o conteúdo do site por meio da escolha de palavras-chave relevantes. O que ajuda a melhorar a performance nas buscas.

Já as campanhas para redes sociais têm como objetivo apenas direcionar tráfego para o site por meio de postagens atrativas no Instagram, Facebook, Linked In, etc.

Portanto é importante que as estratégias de SEO para e-commerce estejam bem alinhadas com as de redes sociais e até mesmo com as estratégias de Google Ads da sua loja virtual para potencializar os resultados do seu negócio aumentando leads, conversões e vendas. 

Desta forma, um canal ajuda o outro. Pois, se através de Google Ads e Redes Sociais você descobre que determinadas páginas são atrativas para os usuários a partir de um determinado assunto, basta otimizá-las para este tema.

Por que seu e-commerce precisa de SEO?

Com o aumento da concorrência, tornou-se indispensável para e-commerces a otimização do site para os resultados da busca orgânica. 

SEO (otimização para mecanismos de pesquisa), é fundamental para que a loja virtual apareça no Google com um bom posicionamento. O que aumenta a visibilidade do seu e-commerce e o tráfego orgânico (é por meio dele que os usuários saem do buscador direto para o seu site). Para que isso ocorra, as estratégias de SEO atuam em várias frentes como:

  • Otimização de conteúdo da loja virtual
  • Otimizações técnicas 
  • Melhoria de linkagem interna
  • Criação de backlinks de qualidade
  • Experiência do Usuário nas páginas (UX)
  • Entre outros

SEO para e-commerce é um fator importante para o sucesso do seu comércio eletrônico, pois, além de ajudar os usuários a encontrar seu conteúdo, permite também que seu site se destaque em comparação a outros ajudando a atrair mais consumidores.

Portanto não investir no SEO da loja virtual pode significar a perda de clientes em potencial e a chance de aumentar a receita do seu e-commerce. Se você tem um comércio eletrônico, o investimento em SEO é uma necessidade para o crescimento de suas taxas de conversão e, acima de tudo, para obter sucesso em seu negócio.

Menor dependência do Google Ads é um bom motivo para investir em SEO

Entre os vários benefícios do SEO para o negócio, vale a pena destacar a possibilidade de  redução da dependência do Google Ads. Embora publicidade online no buscador seja muito importante, basear toda sua estratégia de visibilidade no Google apenas em anúncios online costuma ser caro.

Para se ter uma ideia, no Brasil, segundo dados recentes da pesquisa Adspend 2022,  o investimento em publicidade online chegou a R$ 32,4 bilhões, entre janeiro e dezembro de 2022, com previsão de ser ainda maior em 2023.

Além disso, o CPC (Custo por Clique: valor médio pago por 1 clique em anúncio online) tende a aumentar ao longo dos anos como revela o estudo realizado pelo WorldStream em parceria com a LocalIQ.

Em 2022, o CPC cresceu ,em média, 2% em  57% dos setores ficando mais caro do que em 2021 e principalmente 2020.  

Uma dica para reduzir os gastos com Google Ads é trabalhar o SEO do seu e-commerce. O que permite inclusive diversificar as formas de aumentar a visibilidade do seu negócio no Google. 

Ícone de carrinho virtual em um computador com uma seta perto representando cliques no e-commerce

Estratégia de SEO para E-commerce: Por onde começar?

A otimização da sua loja virtual para o Google é um processo que engloba diferentes frentes, até porque o SEO é amplo e contempla do código do site ao conteúdo otimizado passando pela melhoria de experiência do usuário. Confira por onde começar uma estratégia de SEO para e-commerce de sucesso:

Análise de mercado 

A análise de mercado é fundamental para guiar as decisões de negócios ao permitir a avaliação de informações concretas sobre o seu nicho para:

  • Identificar oportunidades e ameaças
  • Planejar estratégias
  • Desenvolver produtos
  • Tomar decisões embasadas
  • Planejar financeiramente
  • Entender o público-alvo
  • Avaliar concorrentes
  • Otimizar o marketing (inclusive o site)

O que resulta em vantagem competitiva e sucesso em longo prazo. Em SEO, a lógica é a mesma. Dessa forma é necessário que você analise o comportamento do seu site e também o volume de tráfego gerado.

Para uma análise de mercado bem assertiva, algumas ações são necessárias como realizar um estudo para identificar lacunas de keywords (Gap de Palavra-chave) e fazer benchmark da concorrência.

Gap de palavra-chave

Serve para identificar quais as palavras-chave que seus concorrentes estão bem posicionados no Google, mas que você ainda não está trabalhando em sua estratégia de SEO possibilitando assim:

  •  Detectar oportunidades de keywords que seus concorrentes estão usando e performando bem, mas o seu negócio ainda não
  • Identificar quais palavras-chave os concorrentes ainda não estão trabalhando em suas estratégias e usar primeiro para sair na frente 
  • Planejar e criar conteúdos úteis e relevantes para suas personas

Para fazer o Gap de palavra-chave, é preciso utilizar uma ferramenta de SEO que tenha permita fazer análise de concorrência usando a URL como a funcionalidade Comparação da Concorrência do SE Ranking ou Lacuna de Palavra-chave do Semrush.

Benchmark

Permite obter informações fundamentais para identificar oportunidades de crescimento para a sua loja virtua,l com base no seu negócio e na concorrência, por meio do registro do monitoramento de palavras-chave realizado continuamente.

Quando realizada de forma correta, o benchmark possibilita  ter um claro entendimento do espaço de mercado que o seu e-commerce ocupa e onde você pretende chegar com ajuda das otimizações para o Google. 

Dessa forma fica mais simples começar os esforços da sua loja virtual para melhorar os resultados na busca orgânica. Confira alguns dados importantes que devem ser analisados: 

  •  Análise do posicionamento do seu site e da concorrência: é importante fazer o estudo tanto dos seus concorrentes de mercado quanto dos concorrentes bem posicionados na busca orgânica do Google para entender o que pode ser melhorado no SEO do seu e-commerce e onde você pode chegar em termos de posicionamento de palavras-chave.
  • Pesquise palavras-chaves relevantes: buscadores são grandes bibliotecas online por isso as keywords (que hoje podem ser uma frase inteira) são indispensáveis para que os usuários encontrem sua loja virtual. Para identificar palavras-chave relevantes é importante entender como seu público-alvo digitaria no Google.Para isso, vale a pena também analisar quais palavras-chave a sua concorrência está trabalhando nas estratégias de SEO e está obtendo bons resultados na SERP.
  • Identificação de lacunas de palavras-chave: visa entender quais keywords sua loja virtual não está aparecendo no Google (que fazem sentido para sua estratégia de SEO), mas os seus concorrentes estão. E também descobrir quais termos são relevantes para o seu e-commerce e a concorrência ainda não trabalha para sair na frente em termos de visibilidade na SERP.

Como criar uma estratégia de SEO para loja virtual

Tenha uma meta de SEO clara

A implementação de uma estratégia de SEO eficaz é essencial para o sucesso de um e-commerce, pois maximiza a visibilidade da loja virtual e facilita a conversão de visitantes em clientes.

No entanto, para que o SEO seja realmente bem-sucedido e dê retornos satisfatórios para o negócio, é necessário ter um objetivo claro em mente que se desdobrará em metas realizáveis.

Antes de começar a trabalhar na sua estratégia de SEO, faça algumas perguntas a si mesmo para avaliar seus objetivos atuais:

  • Quem são os compradores-alvo da minha loja virtual?
  • Quais são os termos de busca que eles usam?
  • O que eu quero que ocorra quando os usuários encontrarem o meu e-commerce?

Com essas respostas em mente, você poderá definir metas claras para tráfego orgânico, venda, posicionamento ou outro indicador que converse melhor com a sua operação.
Vale lembrar que boas metas de SEO precisam ser S.M.A.R.T.

Trabalhe todas as áreas do SEO

Search Engine Optimization (SEO) é uma área do Marketing Digital que é composta por diferentes frentes que precisam ser trabalhadas em uma estratégia de SEO para e-commerce. São elas: 

  • SEO Técnico: para que a saúde do site fique boa, o que é um indicativo que a loja virtual oferece ótima experiência do usuário como, por exemplo, por meio de técnicas para melhorar a velocidade de carregamento. O que permite que as pessoas acessem com agilidade a sua loja virtual. 
  • SEO Onpage: tudo que é relativo ao seu site. De conteúdo de páginas a arquitetura da informação passando por otimização de linkagem interna, entre outras ações. 
  • Conteúdo: otimização de textos de blog, páginas de categoria, subcategoria, produtos, landing pages, etc.
  • SEO Offpage: criação de backlinks de qualidade para seu e-commerce em sites de terceiros, mencões à loja virtual, guestpost, entre outros.

Planejamento

Antes de começar o planejamento de SEO do seu e-commerce é preciso ter em mente que o canal orgânico traz resultados em médio ou longo prazo (3 a 12 meses), então a recomendação é planejar para 1 ano.

Uma dica importante para facilitar o Plano de SEO da sua loja virtual é pensar nele como a saída de um ponto A para um ponto B. Ou seja, como se fosse um roteiro de viagem que você quer sair da sua cidade para outra e precisa definir tudo que deve ser feito para que a chegada no destino se concretize com sucesso. 

Portanto, o planejamento de SEO é algo que pode – e deve- mudar ao longo do tempo de acordo com os resultados das implementações das ações planejadas e até mesmo para lidar com os obstáculos que podem surgir ao longo dos seus esforços de SEO como limitações técnicas que não podiam ser previstas quando você planejou tudo para 12 meses.  Dessa forma uma dica é trabalhar em ciclos de 3 meses e nesse período

revisar o planejamento para fazer os ajustes necessários para que os objetivos sejam atingidos com sucesso.

O primeiro passo do planejamento então é focar no resultado que pretende alcançar com SEO da loja virtual. O que precisa ser transformado em objetivos muito bem definidos, para que eles se tornem diferentes metas realizáveis. E assim seja simples entender quais tarefas serão necessárias executar e implementar para o e-commerce chegar onde deseja. 

O que o Plano de SEO precisa ter?

  • Metas de SEO S.M.A.R.T.: são metas específicas, mensuráveis, realizáveis, realistas e cronômetraveis para que o gestor de SEO possa acompanhar e analisar os resultados do canal orgânico com mais transparência. 
  • Definir OKRs e Métricas de SEO que serão analisadas: o que será mensurado precisa ter total alinhamento com o objetivo de SEO do ecommerce evitando, por exemplo, métricas que nada tem a ver com as tarefas executadas para não perder o foco e até mesmo o rumo do que foi planejado. Além disso, também facilita a apresentação de resultados.
  • Cronogramas de tarefas: todas as ações necessárias para que a loja virtual atinja as metas definidas precisam estar no plano de SEO. Por exemplo: se uma meta S.M.A.R.T. é crescer o tráfego orgânico em 30% em 12 meses, tarefas como otimização de title e description e atualização ou produção de conteúdo otimizado precisam entrar no planejamento porque são fundamentais para atingir essas metas.  
  • Definir como o planejamento de SEO será executado: têm pessoas na loja virtual que você pode contar para participar do processo de SEO na parte de execução e implementação? Será redação interna, mas com direcionamentos de especialistas de SEO terceirizados? Tudo isso precisa entrar no planejamento de SEO. Além disso, é importante definir a capacidade de execução dos profissionais envolvidos. Por exemplo: se uma agência terceirizada fizer 20 entregas a cada 15 dias, a equipe do seu e-commerce conseguirá implementar essa quantidade nesse prazo?
  • Estruturação da equipe: o planejamento SEO precisa prevê também contratação, treinamento e organização do time de colaboradores (tanto funcionários da sua empresa quanto terceirizados).
  • Plano de Comunicação com stakeholders: o que inclui apresentação de resultados para coordenadores, gerentes, CEO, etc. E até mesmo as reuniões de acompanhamento com colaboradores e especialistas terceirizados como freelancers e agências. 
  • Orçamento: será preciso contratar uma agência, ferramentas, freelas, etc? Faça uma comparação de preços. .
  • Documentação da estratégia de SEO: e de todo o processo de otimização da loja virtual para buscadores também precisa estar no Plano de SEO

Projeção de tráfego

É recomendado elaborar uma planilha de projeção para fazer uma previsão do aumento de tráfego ao longo do período que o seu planejamento de SEO para e-commerce contempla. 

Além disso, a projeção de tráfego é importante para ter uma ideia do potencial da sua estratégia de SEO e do comportamento padrão do site. O que facilita diferenciar o que é resultado do que você planejou e o que normalmente ocorre na loja virtual.

Para isso, a dica é criar uma planilha de projeção de tráfego orgânico, por exemplo, que reúna dados do Google Analytics e/ou Google Search Console da sua loja virtual dos últimos 2 anos, pelo menos, se for possível, para projetar os resultados de SEO de maneira consciente.

visão geral da projeção de tráfego orgânico contando apenas com a sazonalidade

Dessa forma você pode entender como vem sendo o comportamento do tráfego orgânico da sua loja virtual, ao longo dos anos, e fazer uma previsão realística do quanto é possível crescer no prazo do planejamento de SEO do seu ecommerce. Além de entender quando há sazonalidade. 

Baixe gratuitamente a planilha de projeção de resultados

Pesquisa de palavras-chave

A pesquisa de palavra-chave é uma técnica de SEO importante porque ajuda sua loja virtual a conquistar melhor posicionamento no Google colaborando para o aumento da visibilidade do negócio.

É também fundamental para aumentar o tráfego orgânico, já que as pessoas costumam acessar as páginas que estão nas primeiras posições do buscador, crescendo assim as chances de aquisição de novos clientes.

Por meio do estudo de keywords também é possível responder as principais dúvidas das suas personas e dessa forma ranquear para termos que são relevantes para seu público-alvo e para o seu negócio.

Com uma lista de palavra-chave relevante, é possível começar a estratégia de SEO para conteúdo da sua loja virtual que pode, por exemplo, ter um blog. Além disso, as keywords podem ajudar ainda em outras estratégias de Marketing Digital do e-commerce como planejamento de conteúdo para redes sociais e anúncios online.

O que levar em conta para escolher palavras-chave

A escolha das palavras-chave certas pode colaborar como o aumento de relevância e autoridade da sua loja virtual porque ao responder sobre uma grande variedade de tópicos/temas relacionados ao seu negócio, é possível demonstrar expertise no seu nicho. O que confere mais confiança para os usuários em relação á sua loja virtual. 

Hoje o Google valoriza muito a Experiência, Expertise, Autoridade e Confiabilidade (EEAT) de um site. Portanto analisar o volume de busca das palavras-chave é importante, mas não é mais decisório para a escolha das keywords como era antigamente.

Mas é sempre bom verificar se as pessoas estão pesquisando o termo que você planeja criar conteúdo, para não investir esforços de SEO em palavras irrelevantes, que ninguém tem interesse. 

Palavras-chave e Topic Cluster

Palavras-chave relevantes com volume médio a baixo também podem fazer parte de sua estratégia de conteúdo para e-commerce por meio de Topic Cluster. 

Basta definir quais são os temas principais. Eles serão quebrados em vários subtemas que complementam suas informações e linkam internamente entre si. Dessa forma é possível trabalhar diferentes tipos de palavras-chave:

  • Head tails em páginas pilares: porque costumam ter maior volume de busca e são mais amplas/gerais permitindo a quebra em subtemas
  • Long tails nos outros conteúdos do cluster: que por serem mais aprofundadas na jornada do cliente têm menor volume de pesquisa

Análise da Concorrência

Quando o assunto é estratégia de SEO, um passo importante é a constante análise da concorrência em relação ao desempenho na busca orgânica do Google. Dessa forma é possível descobrir o que os outros sites fizeram para obter resultados como:

  • Aumentar o tráfego orgânico e CTR
  • Maior taxa de engajamento
  • Elevar a taxa de conversão
  • Crescer o número de vendas
  • Quantidade de palavras-chave, posição delas e volume de busca 

Entre outros dados importantes de serem analisados em uma estratégia de SEO dependendo do objetivo.

A análise da concorrência em uma estratégia de SEO é feita em ferramentas especializadas onde é possível identificar concorrentes orgânicos e ter acesso a métricas deles, mas também permite analisar outros players de mercado ao digitar a URL da loja virtual deles. 

Até na produção de conteúdo e na execução de outras tarefas do Plano de SEO é fundamental a análise de dados da concorrência para aumentar as chances de que o trabalho traga bons resultados. 

Vale lembrar que é indispensável registrar todos os dados analisados em planilhas (Benchmarking da Concorrência) para facilitar a mensuração e apresentação de resultados. E principalmente para ter um registro que ajuda a entender o que foi feito com base no estudo dos concorrentes e deu certo ou não para aprendizado e correção da estratégia se for o caso.  

Alinhamento de expectativa de execução e resultado

 O objetivo do alinhamento de expectativas em uma estratégia de SEO é estabelecer uma compreensão mútua efetiva entre todos os envolvidos: do planejamento à execução passando pela implementação, análise de KPIs/métricas e apresentação de resultados (incluindo funcionários, agências e freelancers).

Isso porque é fundamental que toda a equipe compartilhe uma visão clara e unificada das metas, objetivos e processos necessários para atingir os resultados de SEO desejados. O que tende a minimizar possíveis mal-entendidos, aprimorar a colaboração e aumentar as probabilidades de alcançar os resultados desejados com efetividade.

Além disso, o alinhamento de expectativas também possibilita maior autonomia permitindo que todos que colaboram com os esforços de SEO consigam tomar melhores decisões sabendo o que priorizar. 

Pontos importantes para alinhamento de expectativas de execução e resultados

Para assegurar que todas as partes estejam na mesma página e os objetivo sejam conquistados de modo eficaz e colaborativo, é fundamental para o alinhamento de expectativas os seguintes pontos:

  • Transparência em todo o processo 
  • Clareza e assertividade em toda comunicação 
  • Ajustes contínuos com base em feedbacks construtivos 
  • Flexibilidade para adaptações na estratégia de SEO da loja virtual (planejamento, execução, implementação, mensuração e apresentação de resultados)
  • Compreensão mútua entre a equipe
arquitetura da informação na VTEX

SEO Técnico

Em uma estratégia de SEO para e-commerce, as otimizações de SEO técnico estão relacionadas à melhoria da saúde do site, que tem como finalidade aprimorar a experiência do usuário na loja virtual, aumentando assim as chances de conversão e vendas.

Uma dica importante é priorizar as tarefas de SEO técnico que colaboram para alavancar os resultados que o seu comércio eletrônico pretende atingir, em vez de executar todas elas inicialmente, só para que as ferramentas de saúde do site fiquem o mais próximo da pontuação máxima possível.  

Por exemplo: o objetivo do e-commerce é aumentar vendas online então a priorização de tarefas de SEO técnico que aumentam a velocidade de carregamento do site faz todo o sentido. 

Isso porque quando o usuário do Google clicar na página da sua loja virtual, ela não vai demorar mais 2 segundos para carregar. Vale lembrar que quando um site é lento, o internauta não costuma esperar. Ele volta para o buscador para clicar em outro resultado da pesquisa orgânica.  

O que é SEO Técnico?

SEO Técnico é o conjunto de técnicas de otimizações para os mecanismos de busca que envolve tudo que está relacionado a parte de estrutura do site como:

Arquitetura da Informação (AI)

A Arquitetura da Informação (AI) é um processo complexo de User Experience (UX) que é responsável por uma efetiva organização e apresentação das informações de modo a facilitar a navegação e usabilidade dentro do site.

Em uma estratégia de SEO para e-commerce, a AI é indispensável porque as pessoas precisam encontrar as informações que desejam intuitivamente na loja virtual para que conversões e vendas ocorram ajudando assim a impulsionar os resultados do negócio.

Uma Arquitetura da Informação bem feita permite a criação de um site rastreável e também facilita a indexação pelo Google (que apesar de ser considerado um oráculo pelas pessoas, ainda é uma grande biblioteca online antes de tudo). As otimizações de AI em uma estratégia de SEO para e-commerce podem estar ligadas a:

  • Árvore de categorias da loja virtual 
  • Breadcrumb (caminho de navegação)
  • Rotulagem (nomear de modo otimizado as categorias, subcategorias, produtos e botões com ajuda de palavras-chave por exemplo) 
  • Hierarquia das informações dentro do site (H1, H2, H3, etc.) 
  • Entre outras

Sitemap.XML

É um arquivo de extensão XML, que faz parte do mapa do site, e contém todas as URLs. Ele também informa qual a hierarquia das páginas e registra quando houve atualizações nelas. 

Em uma estratégia de SEO para e-commerce, a configuração do Sitemap.XML pode ser necessária quando o site tem uma grande quantidade de páginas para facilitar o processo de indexação e rastreamento

Além disso, a otimização desse arquivo do mapa do site também pode ajudar a melhorar a navegabilidade e usabilidade do site( tanto pelos robôs do Google quanto pelos usuários) porque irão encontrar as informações mais rápido e facilmente na loja virtual.

Robots.txt

Robots.txt é um arquivo salvo em bloco de texto que é colocado na pasta raiz do site e contém instruções que orientam os robôs do Google durante o rastreamento com  informações sobre quais páginas os robôs podem ou não rastrear.

Portanto a otimização do arquivo Robots.txt é uma otimização de SEO técnico que pode ser necessária em grandes e-commerces e em marketplaces porque os Googlebots têm um tempo limitado para fazer o rastreamento da loja virtual. 

Então se os robôs não forem bem orientados pelo documento técnico, eles podem simplesmente deixar de rastrear páginas importantes para o negócio porque 

excederam o tempo limite (Crawl Budget) rastreando páginas desnecessárias.

Velocidade de carregamento (muito além do Core Web Vitals)

A velocidade de carregamento do site é fundamental para os e-commerces que querem aumentar suas vendas online porque contribui para uma melhor experiência do usuário na loja virtual. O que é indispensável para manter a pessoa navegando no site e principalmente realizando ações como transações de maneira rápida

Vale destacar que é o baixo tempo de carregamento que torna o site rápido e permite que o usuário consiga acessá-lo gerando assim o aumento do tráfego.

Por esse motivo a velocidade de carregamento é uma otimização de SEO técnico que vai muito além da melhoria da saúde do site  (por meio da otimização das Core Web Vitals que são as métricas que avaliam a qualidade da experiência do usuário no site: LCP, FID e CLS) já que impacta diretamente nos resultados do negócio. 

Rastreamento

Rastreamento é o processo em que robôs do Google descobrem e acessam as páginas da web para coleta de informações que serão armazenadas no banco de dados do buscador e que serão usadas na indexação.

Para rastrear os sites, os Googlebots se baseiam em sitemaps e nas orientações do robots.txt.(quando existe o arquivo), não só para que novas páginas possam ser indexadas, mas também para que haja atualização do conteúdo de páginas antigas.  

Durante o rastreamento da loja virtual, o Google pode identificar,por exemplo, páginas com Erro 404 e outros tipos de falhas. Inclusive algumas páginas podem não ser rastreadas devido a bloqueios que podem impedir os bots de acessá-las (o que pode ser intenção do administrador do site ou não).

Portanto em uma estratégia de SEO para loja virtual podem ser necessárias otimizações técnicas que envolvam desbloqueios de página, para que o Google possa fazer o rastreamento, mas também o bloqueio de outras que não devem ser rastreadas.

Indexação

Após o rastreamento, o Google realiza a indexação das páginas que é o momento em que há o processamento de dados, análise de informações, teste de JavaScript, renderização de páginas, armazenamento de arquivos no índice do buscador, entre outras ações. 

É importante ter em mente que nem todas as páginas são de fato indexadas pelo Google. O motivo costuma ser:

  •  Conteúdo que não é útil ou que não tem alta qualidade
  •  Design que não é responsivo (que não permite boa experiência do usuário em dispositivos móveis por exemplo)
  •  Impedimento de acesso do bot por bloqueio
  •  Entre outras situações que podem precisar ser resolvidas como otimizações técnicas

Por esses motivos, as otimizações relacionadas à indexação podem ter que entrar na estratégia de SEO do seu comércio eletrônico. 

Canonicals

A tag Canonicals serve para impedir que sua loja virtual fique com conteúdo duplicado (o que não chega a ser um blackhat, mas não é visto com bons olhos pelo Google fazendo com que o seu site possa perder posições no buscador).

Em um e-commerce é comum que o usuário possa querer ver um produto em cores diferentes, por exemplo, e selecione o filtro relacionado à tonalidade. 

Quando isso ocorre automaticamente é gerada uma nova URL que tem o parâmetro do filtro selecionado, mas o conteúdo da página é basicamente o mesmo.O que não impacta negativamente a experiência do usuário, mas pode confundir os Googlebots na hora do rastreamento podendo prejudicar inclusive a indexação da página correta. 

Dessa forma pode ser necessário planejar a configuração de canonicals na estratégia de SEO técnico do seu e-commerce.

Dados Estruturados

Dados estruturados são esquemas de marcação de dados que têm como objetivo organizar as informações de modo padronizado para facilitar o Google a identificar e analisar o conteúdo presente nas páginas.

O intuito dessa otimização de SEO técnico é contribuir para experiência do usuário mais aprimorada colaborando também para a conquista de um melhor posicionamento na SERP e com isso aumentar as chances de conversões e vendas.

Exemplos de dados estruturados em e-commerce

  • Schema de Preço
  • Schema de Comentários e Avaliações (para criar as estrelas)
  • Schema de Produto
  • FAQ Schema (para Perguntas Frequentes)
  • Entre outros rich snippets para loja virtual que oferecem informações úteis aos usuários e podem ajudá-los na decisão de compra

A marcação de dados estruturados é uma otimização de SEO técnico que pode entrar no Plano de SEO como prioridade, caso o site ainda não tenha ou precise otimizar os markups existentes, porque pode fazer a diferença no faturamento da sua loja virtual.  

Página de resultado do Google na busca orgânica: title, description, etc.

SEO Onpage

As estratégias de SEO Onpage são de extrema importância para os bons resultados da busca orgânica de uma loja virtual. As otimizações dentro do site visam: 

  • Melhorar a navegação
  • Organizar melhor as informações da loja virtual 
  • Tornar os conteúdos relevantes 

Por esse motivo elas podem ser incluídas no planejamento de otimização para o Google do seu e-commerce. 

O que é SEO Onpage?

 SEO Onpage é o conjunto de otimizações de páginas dentro da loja virtual que serve para tornar a estrutura do website mais simples de ser compreendida por robôs e pessoas que usam o Google. Confira as principais otimizações de SEO Onpage:

  • Title
  • Description
  • Conteúdo para categorias
  • Conteúdo para produtos
  • Webstories
  • Imagens
  • Conteúdo multimídia
  • Intenção de busca

Title 

A otimização de Title (também conhecido como Tag Title ou Título SEO) envolve a criação de títulos objetivos e atraentes para as páginas da sua loja virtual para que assim se tornem relevantes para o Google e para os usuários. 

Um Title otimizado deve conter a palavra-chave principal do conteúdo e informações claras e resumidas sobre a página. Dessa forma as pessoas conseguem entender rapidamente o que irá encontrar ao clicar.

Ou seja, é uma otimização de SEO Onpage que impacta diretamente no CTR (taxa de clique) da sua loja virtual e consequentemente colabora com o crescimento do tráfego orgânico. 

O Título SEO precisa ser curto com no máximo 50 caracteres para não cortar no buscador e cada página deve ter Tag Title personalizada para evitar conteúdo duplicado. 

Meta Description

A otimização de Meta Description Tag nada mais é do que a criação da descrição do conteúdo da página para o Google (no buscador aparece logo abaixo do Title).

Uma Description bem otimizada começa com um verbo de ação (economize,conheça, aprenda, descubra, etc.) seguido de um sinônimo da palavra-chave principal do conteúdo (que está na Title Tag) ou uma palavra-chave de cauda longa relacionada a keyword principal. O objetivo dessa técnica é resumir de modo assertivo o que é possível encontrar na página.

 Além disso, a Meta Description precisa ser uma frase em torno de 150 caracteres aproximadamente que seja informativa e atraente ( sempre complementando o Title) para que a pessoa entenda melhor o que irá descobrir se clicar na página.

Portanto a otimização de Description influencia diretamente no CTR da sua loja virtual assim como o Title bem otimizado. 

Conteúdo para categorias

A criação de conteúdo otimizado para as categorias da loja virtual é fundamental porque oferece informações que ajudam os visitantes a conhecer melhor os tipos de produtos disponíveis tornando sua experiência de compra mais fácil. 

Conteúdo otimizado de categoria precisa trabalhar a palavra-chave principal (presente no title da página), trazer um campo semântico relevante e uma organização de informações (hierarquizadas por headings tag) que facilite a compreensão dos robôs do Google. 

E, que ao mesmo tempo, ajude as pessoas a decidirem qual modelo comprar. A otimização de conteúdo de categoria envolve:

  • Redação otimizada para SEO com título do conteúdo em H1 contendo a palavra-chave principal do texto, subtítulos em H2 e intertítulos em H3 (quando houver necessidade)
  • Também deve conter links internos para guiar as pessoas para páginas de subcategorias e produtos e permitir que os Googlebots descubram novas URLs relacionadas
  • Entre outras técnicas de SEO Onpage

A otimização de conteúdo de categoria é importante em uma estratégia de SEO porque as técnicas de Redação SEO ajudam o conteúdo a se posicionar bem no Google trazendo mais visibilidade e tráfego para sua loja virtual e aumentando as chances de vender mais.

Conteúdo para produtos

A otimização de conteúdo para página de produtos é fundamental para uma estratégia de SEO porque ajuda o usuário na decisão de compra por conter informações detalhadas e personalizadas sobre os itens comercializados, além das formas de pagamento e facilidades que sua loja virtual oferece. Assim como na página de categoria, é preciso otimizar:

  • Texto otimizado (incluindo otimização de URL, title e description)
  • Imagem (inclusive otimizando o texto ALT,comprimindo o arquivo, etc.)
  • Criar linkagem interna (contextual e de navegação) que faça sentido
  • Colocar produtos relacionados na linkagem navegacional
  • Entre outras otimizações de SEO Onpage que podem ser necessárias

Web Stories

Baseadas na funcionalidade Stories do Instagram e do Facebook, as Web Stories são elementos visuais interativos que permitem compartilhar temporariamente histórias da marca de maneira multimídia (imagens e vídeos) no aplicativo do Google. 

Um exemplo são os carrosséis de Web Stories destacados nos resultados de pesquisa do buscador que ajuda na visibilidade e crescimento de tráfego. 

As Web Stories estão cada vez mais sendo usadas nas estratégias de SEO para e-commerce porque ajudam a aumentar:

  • Visibilidade
  • Tráfego
  • Engajamento/ Compartilhamento
  • Conversões
  • Vendas

Imagens

A otimização de imagens é indispensável em uma estratégia de SEO para loja virtual porque melhora a experiência do usuário, deixa o site mais rápido, colabora com a visibilidade do e-commerce no buscador (aparecendo também no Google Imagens) e consequentemente ajudando a aumentar de tráfego orgânico.

Confira algumas otimizações de SEO Onpage para melhorar as imagens

  • Compressão de imagens para ajudar a loja virtual a carregar mais rápido
  • Adequação de formato do arquivo (quando é melhor ser jpeg ,webp, etc.)
  • Melhoria do tamanho das imagens
  • Otimização de texto alternativo (Texto ALT) 
  • Entre outras

Intenção de busca

Entender a intenção de busca é fundamental na estratégia de SEO Onpage porque orienta a criação de conteúdo otimizado e permite a otimização das páginas com base no que os usuários estão realmente querendo ao realizar a pesquisa no Google. O que resulta em:

  • Mais conteúdo útil e relevante
  • Aumento do engajamento 
  • Melhor experiência do usuário 

Ao entender as razões por trás das buscas orgânicas no Google, é possível criar páginas que melhor atendem às necessidades específicas dos visitantes. 

Isso leva a loja virtual a alcançar melhor posicionamento no mecanismo de busca, além de aumentar as chances do usuário ter maior tempo de permanência no site. O que faz crescer a taxa de engajamento e ainda aumenta as chances de conversões e vendas online. 

Conteúdo multimídia

A inserção de vídeos, imagens e infográficos no conteúdo otimizado da sua loja virtual é uma estratégia eficaz que pode melhorar o posicionamento no Google. 

Confira como os conteúdos multimídia podem colaborar com o SEO: 

  • Tornando o conteúdo mais atrativo para as pessoas
  • Prolongando o tempo de permanência do usuário nas páginas
  • Crescendo o engajamento 
  • Gerando mais compartilhamento
  • Reduzindo taxa de rejeição
  • Melhorando a experiência do usuário
  • Aumentando as chances do seu conteúdo ser mencionado em sites de terceiro gerando mais backlinks de qualidade
  • Ajudando a melhorar o posicionamento no Google 

Portanto investir em conteúdo multimídia otimizado tende a melhorar a visibilidade e posicionamento do site do seu e-commerce no Google.

Thumbnail do conteúdo sobre digital PR

As estratégias de SEO Offpage são otimizações realizadas fora da sua loja virtual. Ou seja: em sites de terceiros. O que serve para melhorar a visibilidade e autoridade do seu comércio eletrônico no Google. 

As otimizações Offpage também fortalecem a reputação da marca e quando bem feitas influenciam positivamente no posicionamento dos resultados da pesquisa orgânica. Confira os principais benefícios de investir em SEO Offpage no seu e-commerce: 

  • Construção de Autoridade
  • Melhoria do posicionamento na busca orgânica
  • Backlinks 
  • Aumento do Tráfego
  • Mais credibilidade e confiança (o que cada vez mais é valorizada pelo Google devido ao EEAT)
  • Amplia o alcance da loja virtual
  • Diversificação de fontes de tráfego já que também há aumento do tráfego de referência (Referral Traffic)
  • Entre outros benefícios das ações de SEO Offpage

O que é SEO Offpage?

SEO Offpage é o conjunto de estratégias e otimizações que são realizadas externamente ao seu e-commerce para melhorar a visibilidade nos mecanismos de busca e construir autoridade de marca, de domínio e de página. 

O que envolve ações para a construção de backlinks dentro das boas práticas do Google como o investimento em Link Building e RP Digital. 

As otimizações Offpage visam fortalecer a reputação do site e melhorar sua posição nos resultados de pesquisa, mas também geram tráfego de referência (quando terceiros linkam para o seu site aumentando o Referral Traffic) e menções à marca (quando, por exemplo, sua loja virtual é citada como fonte de dados) .

As estratégias de Link Building são fundamentais dentro do SEO Offpage porque é principalmente por meio delas que é possível criar backlinks de qualidade (que redirecionam para a sua loja virtual) provenientes de outros sites. 

Entre as principais ações de Link Building está o Guest Post, que é quando alguém de seu e-commerce escreve como convidado em páginas de terceiros. 

O que amplia a autoridade da sua marca (que passa a ser lembrada também como expert no assunto), mas também contribui com a visibilidade do negócio e pode ajudar na melhoria de posicionamento e ainda gerar mais tráfego qualificado para o seu comércio eletrônico. 

Vale lembrar que backlinks de qualidade representam mais relevância e confiança do buscador na loja virtual, aumentando assim sua autoridade aos olhos do Google

RP Digital (Relações Públicas Digitais)

Relações Públicas Digitais (também conhecida pelas siglas RP Digital ou Digital PR) desempenham um papel importante nas estratégias de SEO Offpage, complementando o Link Building, porque colabora para o aumento da autoridade do site

O RP Digital consiste na construção de bons relacionamentos com influenciadores digitais e fontes confiáveis como a imprensa com o intuito de fortalecer o EEAT (Experiência, Expertise, Autoridade e Confiabilidade) ao divulgar informações úteis e relevantes sobre o seu comércio eletrônico e até mesmo sobre o nicho em que atua.

O que pode ser feito, por exemplo, por meio de compartilhamento de pesquisas/estudos pela assessoria de imprensa do seu e-commerce ou até mesmo disponibilizando colaboradores para entrevistas em sites jornalísticos, entre outras ações. 

Portanto as estratégias de Digital PR servem para melhorar a visibilidade da marca, reforçar a credibilidade e gerar backlinks sempre que possível. 

Por isso integrar ações de Relações Públicas Digitais com outras técnicas de SEO Offpage pode gerar resultados duradouros que fortalecem a sua presença online ressaltando a expertise do seu negócio.

Como monitorar o resultado da sua estratégia de SEO para E-commerce?

As estratégias de SEO precisam ser bem definidas, acompanhadas e monitoradas frequentemente para entender os resultados e identificar o que pode ser melhorado. Para uma análise bem feita, é necessário: 

  • Definir a frequência de monitoramento (diário, semanal, mensal) com base na disponibilidade de dados e necessidades
  • Acompanhar as principais métricas de SEO como tráfego orgânico, posicionamento, CTR e conversões, para obter uma perspectiva completa do desempenho do SEO 
  • Ajustar suas estratégias de SEO com base nas informações coletadas para melhorar o posicionamento e a visibilidade do seu comércio eletrônico costuma ser fundamental

Confira as principais métricas de SEO que vale a pena fazer o monitoramento: 

Tráfego

Quantifica o quanto as pessoas deixaram o Google para acessar sua loja virtual ao pesquisar determinados termos na busca orgânica. Confira como mensurar:

  • Ferramentas de SEO: mostram o desempenho do tráfego orgânico, pago e de referência da sua loja virtual (evolução, queda, etc). Semrush, AHREFS, SE Ranking, entre outras permitem esse monitoramento. 
  • Ferramentas de Análise: Google Search Console (GSC) e Google Analytics (GA) também são úteis para entender como o desempenho do tráfego impactou no SEO da loja virtual com o aumento de engajmentos; páginas por sessão, conversões, etc.

Posicionamento médio

A mensuração do posicionamento médio da loja virtual precisa ser feita em diferentes frentes para que você possa obter bons insights sobre quais áreas precisam de mais atenção e assim deixar sua estratégia de SEO para e-commerce melhor otimizada.

  • Por página: use ferramentas de análise de SEO que permitam rastrear o posicionamento das palavras-chave relevantes de cada página da loja virtual como SE Ranking, SEM Rush, Ahrefs, entre outras. 
  • Por grupo de termos: organize suas keywords em grupos relacionados (por tema, produto ou serviço) para ter uma visão mais direcionada da estratégia de SEO e facilitar o uso de ferramentas para monitorar o posicionamento médio de cada grupo de termos. O que facilita a compreensão de como diferentes categorias de palavras-chave estão performando no Google e orienta melhor seus esforços de otimização.
  • Por termos específicos: escolha palavras-chave específicas que sejam úteis para sua estratégia de SEO e acompanhe o monitoramento delas frequentemente.
  • Por clusters: crie clusters de conteúdos relacionados em seu e-commerce para linkar páginas com tópicos semelhantes e acompanhe o posicionamento médio dessses clusters. Avalie como eles estão se saindo no Google usando ferramentas de SEO.

Cliques e Impressões

A métrica Impressões está relacionada à visibilidade porque mensura quando as pessoas vêem a página no buscador.

Já a métrica Cliques tem a ver com CTR porque quantifica quando os usuários deixam o Google para, ir de fato, ao seu site. Confira como monitorar os cliques e as impressões da sua loja virtual: 

  • Por página: use o Google Analytics indo em: Comportamento > Visão Geral para analisar quais páginas recebem mais tráfego e cliques e também as que têm maior taxa de engajamento.
  • Por grupo de termos: use ferramentas de SEO para rastrear cliques e impressões por grupo de termos, como categorias de produtos e configure relatórios para acompanhar o desempenho ao longo do tempo.
  • Por termos específicos: escolha palavras-chaves específicas que sejam relevantes para a estratégia de SEO e as monitore nas ferramentas para acompanhar a evolução dos cliques e impressões desses termos.
  • Por cluster: agrupe produtos em categorias e/ou crie conteúdos no blog com temas relacionacionadas e acompanhe as taxas de cliques e quantidades de impressão regularmente para saber quais estão melhor performando.

Vendas diretas

Monitorar vendas diretas na sua estratégia de SEO para e-commerce é indispensável porque permite entender o impacto do tráfego orgânico nas transações on-line. Sem contar que possibilita tomar medidas para otimizar ainda mais a visibilidade e a experiência de compra na sua loja virtual. Confira os principais passos:

  • Configure metas no Google Analytics, com base nos KPIs do planejamento de SEO, para rastrear conversões de vendas
  • Entenda de onde está vindo o tráfego para identificar as fontes que geram mais lucro
  • Segmente palavras-chave específicas pensando em vendas online
  • Analise páginas de destino e as etapas do funil 
  • Compare o desempenho atual com os períodos anteriores 
  • Ajuste estratégias de SEO com base em insights obtidos nas análises de monitoramento das vendas diretas 

Participação nas demais conversões

Um ponto importante para entender se a estratégia de SEO do seu negócio está funcionando bem é analisar a jornada do usuário para entender se a busca orgânica do Google é o primeiro ponto de contato das pessoas com loja virtual ou se é por onde as pessoas chegam antes do momento das conversões. 

Confira algumas análises que revelam como o SEO está contribuindo positivamente: : 

  • Acompanhe Conversões: use o Google Analytics para rastrear as conversões (vendas, inscrições, etc.) atribuídas ao tráfego orgânico.
  • Compare Dados: analise os dados de conversões antes e depois da implementação das estratégias de SEO.
  • Analise Fontes de Tráfego: verifique o relatório de aquisição para ver quanto tráfego orgânico está contribuindo para as conversões.
  • Avalie Páginas de Destino: analise quais páginas estão gerando mais conversões e se o tráfego orgânico está direcionado a essas páginas.
  • Examine Palavras-chave: Verifique se as palavras-chave orgânicas estão relacionadas aos produtos/serviços que geram vendas.
  • Comparação de Canais: compare o desempenho do SEO com outros canais de marketing em relação a conversões.
  • Use Segmentação: analise os dados por período e compare com períodos anteriores para avaliar o progresso.

Caminhos de conversão (relatório GA 4)

Configurar metas e eventos no Google Analytics permite rastrear conversões de forma precisa. Além disso, a segmentação dos dados por período (semanal, mensal, trimestral) e a comparação com períodos anteriores podem fornecer insights sobre o progresso do SEO ao longo do tempo.

 É o relatório no Google Analytics 4 que permite analisar dados importantes da jornada do usuário como:

  • Origem (de onde a pessoa veio)
  • Conversões (ação realizada no site configurada como conversão no GA4) 
  • Receita de compra
  • Dias até a conversão
  • Pontos de contato até a conversão (iniciais, intermediários e finais)

Para acessar, basta clicar em Publicidade> Caminhos de Conversão

Ao analisar esse relatório é possível entender como as ações da sua estratégia de SEO estão gerando conversões e receitas no seu comércio eletrônico.

Erros comuns de SEO para E-commerce para você não cometer na sua estratégia

Páginas órfãs

Em SEO, uma página orfã é aquela que não possui links internos (vindos de outras páginas dentro do mesmo site). O que inviabiliza a transferência de autoridade para ela e ainda pode atrapalhar o seu rastreamento e indexação.

Além disso, como está totalmente isolada, é mais difícil o Google descobrir a existência de uma página órfã e isso traz impactos negativos para a visibilidade do seu comércio eletrônico no buscador e consequentemente prejudica o tráfego orgânico, CTR, etc.

Como corrigir páginas órfas na sua loja virtual?

Corrigir páginas órfãs fortalece a interconexão do site, melhorando a experiência de navegação do usuário e a visibilidade nos mecanismos de busca. Portanto criar linkagem interna contextual é a solução. Para isso, é preciso:

  • Realizar uma auditoria de links internos para identificar as páginas órfãs no seu e-commerce
  • Identificar essas páginas que não têm links internos e que também não recebem linkagem de nenhuma outra página da sua loja virtual
  • Adicionar links internos relevantes a partir de outras páginas do seu site
  • Revisar menus, navegação e conteúdos para incluir os links contextuais que levem para as páginas órfãs
  • Atualizar o sitemap da loja virtual para indicar as páginas órfãs
  • Manter uma revisão contínua para evitar páginas sem linkagem interna
  • Verificar a funcionalidade dos links internos após as otimizações
  • Utilizar ferramentas de SEO de monitoramento para acompanhar o desempenho das páginas corrigidas
Auditoria SEO: Confira nosso checklist de otimização onpage

Páginas canibalizando pela mesma palavra-chave

 Canibalização de keywords é quando várias páginas do mesmo site competem entre si por termos iguais ou semelhantes nos resultados de pesquisa do Google. O que pode prejudicar o posicionamento de todas as páginas envolvidas e consequentemente comprometer o posicionamento geral da sua loja virtual.

Para prevenir o problema, a dica é criar uma estratégia de Topic Cluster, com bastante atenção na hora da definição da keyword principal de cada conteúdo, e também ao campo semântico que cada estrutura do texto otimizado terá. 

Dessa forma você impede, por exemplo, que o seu e-commerce tenha uma página de notebook disputando com uma página de laptop (como é a mesma coisa, deveria ser apenas uma página de categoria em vez de 2). 

Como corrigir canibalização de palavras-chave no seu e-commerce

  • Identifique páginas que competem pelo mesmo campo semântico (palavra-chave principal e/ou sinônimo)
  • Escolha uma página principal
  • Redirecione as outras para a principal e otimize o conteúdo dela
  • Atualize title e description da página otimizada como principal
  • Use links internos e tags canonicals
  • Monitore o desempenho e ajuste conforme necessário

Corrigir a canibalização direciona a relevância das palavras-chave para uma única página, melhorando a classificação e a experiência do usuário.

Links quebrados, também chamados de links mortos ou links tóxicos, são URLs que não levam mais a páginas existentes devido a remoção ou alteração de páginas.

O Erro 404 é um exemplo famoso de link quebrado, mas existem vários outros tipos como Erro 403: Forbidden e Erro 400: Not Request. 

Corrigir links quebrados melhora a experiência do usuário e mantém o site do seu e-commerce livre de erros fortalecendo assim a confiabilidade e autoridade do seu site perante as pessoas e os buscadores.

Sem contar que ainda atrapalha o trabalho de rastreamento e indexação dos Googlebots. Para fazer a correção, basta:

  • Identificar os links quebrados usando ferramentas de SEO 
  • Verificar os relatórios de erros no Google Search Console
  • Usar 301 Redirect (Redirecionamentos 301) para conduzir usuários e robôs a outras páginas como Categoria, Produto Similar ou Complementar, etc e evite redirecionar tudo para a Home
  • Corrigir os links internos e externos
  • Criar uma página de erro personalizada com informações úteis e linkagem interna contextual que faça sentido na jornada do cliente
  • Fazer verificações periódicas para evitar novos links quebrados e corrigir o quanto antes
  • Manter o sitemap da sua loja virtual atualizado sempre removendo URLs inexistente

Descubra também os principais erros de Link Building em uma estratégia de SEO

Falta de padronização de URLs

Padronizar as URLs em uma loja virtual melhora a navegabilidade ajudando os visitantes a encontrar o que estão procurando mais facilmente.

Também colabora com rastreamento porque a padronização permite que os robôs do Google entendam melhor a estrutura do site e consigam assim navegar com mais agilidade nele (sem exceder o Crawl Budget). 

O que agiliza a indexação e aumenta as chances de contribuir positivamente para o ranqueamento.

Exemplo de URL padronizada: https://www.nomedalojavirtual.com.br/categoria/nome-do-produto

Como corrigir problema de padronização de URLs no site do seu comércio eletrônico

  • Rode uma auditoria de URLs em sua loja virtual para mapear as variações e identificar a falta de padronização
  • Defina uma estrutura de URL otimizada padronizada para todas as páginas levando em conta palavras-chave relevantes e a exclusão de elementos desnecessários como parâmetros de rastreamento ou caracteres especiais
  • Se você estiver mudando a estrutura de URLs existente, configure redirecionamentos 301 das antigas para as novas
  • Atualize todos os links internos do e-commerce para refletir a nova estrutura de URL
  • Caso a loja virtual tenha URLs dinâmicas, implemente URL rewriting para transformá-las em URLs amigáveis para humanos e para o Google 
  • Use tags canônicas para indicar a URL mais relevante
  • Atualize o sitemap da loja virtual para a nova estrutura de URLs
  • Adicione a URL padronizada ao Google Search Console e verifique se há erros
  • Monitore a situação regularmente para evitar novas variações faltas de  padronização e ajuste sempre que for necessário

Arquitetura da loja virtual é difícil de indexar e não foi pensada para o usuário

Quando a estrutura de um e-commerce não é boa para o usuário porque não oferece uma boa experiência de navegação e usabilidade costuma ser um problema de arquitetura da informação. 

Isso ocorre quando a loja virtual não é pensada para facilitar a vida dos visitantes. O que pode impactar inclusive nos resultados do negócio por não permitir que todo potencial de vendas online aconteça, devido ao problema de SEO técnico, que evita que as pessoas usem o site de modo intuitivo.

Outro problema comum de arquitetura em sites de comércio eletrônico é quando a estrutura da loja virtual dificulta o rastreio dos robôs do Google

O que impede a indexação ou torna o processo mais lento do que deveria fazendo com que as páginas do seu site não apareçam no buscador comprometendo assim a visibilidade do seu e-commerce na pesquisa orgânica.

Como corrigir problemas de arquitetura da loja virtual

  • Auditoria SEO: analise a estrutura do e-commerce focando nos problemas de arquitetura da informação 
  • Organização: reorganize as categorias da loja virtual de forma lógica para que a navegação seja intuitiva e permita ao usuário realizar ações no site facilmente
  • Clareza: garanta caminhos claros para seções e páginas inclusive utilizando breadcrumbs
  • Rotulagem otimizada: crie nomes descritivos e intuitivos para categorias, subcategorias e produtos com a ajuda de pesquisa de palavra-chave
  • Hierarquia bem feita: a árvore de categorias da loja virtual precisa ter uma hierarquia lógica que faça sentido, tanto para as pessoas quanto para os robôs do Google, e não apenas para quem trabalha no seu e-commerce
  • Links Internos: crie linkagem interna navegacional e contextual que colabore com o avanço da jornada de compra do cliente na loja virtual
  • Sitemap: crie um mapa do site para facilitar o rastreamento dos Googlebots
  • Otimização de keywords: use palavras-chave relevantes para que a informação dos menus e links internos sejam claras para usuários e robôs
  • Design Responsivo: é indispensável investir no design amigável da loja virtual para que ele se adapte bem tanto em dispositivos móveis quantos em computadores. Dessa forma as pessoas conseguem acessar o site e comprar online por meio de celulares, tablets, notebooks e desktops com uma ótima experiência de usuário.
  • Testes de Usabilidade: realize testes com clientes para identificar problemas reais que são pontos fracos do seu e-commerce. Isso ajuda a melhorar a experiência do usuário na sua loja virtual e pode gerar mais vendas.
  • Acompanhamento e Melhoria: monitore o desempenho que a otimização da arquitetura da informação trouxe para o site do seu e-commerce e sempre que houver necessidade realize ajustes nos processos.

Ferramentas para executar uma estratégia de SEO para E-commerce

Algumas ferramentas de Marketing Digital e de otimização de sites para buscadores são indispensáveis em uma estratégia de SEO para e-commerce . 

Elas podem ajudar da etapa do planejamento ao monitoramento de resultados da sua loja virtual no canal orgânico. E ainda possibilitam a execução de tarefas orientada a dados. Confira as principais ferramentas: 

Google Analytics (GA)

O Google Analytics (GA4) é uma ferramenta de análise do Google que permite obter insights sobre o desempenho da loja virtual por meio do monitoramento dos resultados da sua estratégia de SEO. E também possibilita entender como é o comportamento dos usuários no seu site.

 Análise de resultados e monitoramento 

  • Tráfego orgânico
  • Página por sessão
  • Duração de sessão
  • Taxa de engajamento
  • Taxa de conversão
  • Receita
  • Comparação dos resultados de SEO com outros canais 
  • Avaliação de campanhas específicas 
  • Entre outras

 Planejamento, execução e insights

  • Acompanhar tendências ao longo do tempo para projetar resultados e planejar ações levando em conta inclusive períodos de sazonalidade
  • Analisar o comportamento dos usuários para traçar planos de SEO mais efetivos
  • Segmentar melhor o público-alvo
  • Identificar palavras-chave que trazem resultados
  • Descobrir pontos de saída ou rejeição dos usuários
  • E muito mais

Google Search Console (GSC)

O Google Search Console é uma ferramenta de SEO do Google que permite entender o desempenho do e-commerce nos resultados da busca orgânica por meio de dados sobre:

  • Visualizações
  • Cliques
  • Posicionamento
  • Origem do tráfego/acesso
  • Experiência na página
  • Experiência em dispositivos móveis e desktop 
  • Entre outros dados 

O GSC identifica problemas de indexação e também outros erros técnicos na loja virtual principalmente relacionados a experiência do usuário, mas você costuma ter acesso a uma imensa lista de falhas.

Então a dica é priorizar a eliminação dos erros focando nos resultados desejados com a sua estratégia de SEO. Ao resolver os principais problemas do e-commerce, é possível que haja aumento de conversões e vendas porque seu site irá oferecer melhor experiência do usuário. 

Screaming Frog

Screaming Frog é uma ferramenta de SEO que ajuda a otimizar a loja virtual ao oferecer uma simulação da indexação feitas pelos Googlebots possibilitando assim uma visão abrangente do desempenho do site no buscador. 

Sem contar que também fornece insights detalhados sobre o site do seu comércio eletrônico e ajuda a identificar problemas técnicos como:

  • Erro 404 e outros links quebrados 
  • Erros de scripts
  • Informa sobre URL e status de páginas e conteúdos 
  • Analisa meta tags (title, description, texto alt, canonicals etc.) ajudando a identificar os que precisam ser otimizados
  • Identifica conteúdo duplicado
  • Examina a estrutura de URLs e links internos
  • Facilita otimização de imagens, dados estruturados e velocidade de carregamento
  • Ajuda no monitoramento de mudanças ao longo do tempo 
  • Identifica oportunidades de palavras-chave
  • Entre outras funcionalidades importantes para otimização de uma loja virtual

Sitebulb

A ferramenta de SEO serve para identificar problemas técnicos no site do seu comércio eletrônico por meio de uma completa auditoria nas páginas. Portanto com o uso do Sitebulb, é possível executar ações de SEO técnico relevantes na sua estratégia para a busca orgânica. Entre as principais funcionalidades estão:

  • Rastreamento do site
  • Renderização do JavaScript
  • Monitoramento da velocidade do site 
  • Verificação de dados estruturados
  • Avaliação da estrutura de URLs ajudando na padronização 
  • Análise de páginas de produtos, categorias, subcategorias, etc..
  • Avaliação da qualidade do conteúdo em relação a otimização para buscadores
  • Checagem da linkagem interna 
  • Geração de relatórios bem detalhados 
  • Entre outras ações que identificam problemas técnicos de SEO no e-commerce

Semrush

O Semrush é uma ferramenta de SEO que facilita a otimização da loja virtual em diferentes frentes: do conteúdo otimizado ao SEO Offpage passando por uma completa auditoria no site. 

O que colabora para melhorar a experiência do usuário, aumentar a visibilidade no Google e ficar por dentro do desempenho geral do e-commerce.

Além disso, também permite a análise de dados (do seu site e dos concorrentes). O que é importante para gerar bons insights em uma estratégia de SEO. Entre as principais funcionalidades do SEmush relacionadas à busca orgânica estão:

  • Pesquisa de palavra-chave (volume de busca, dificuldade, etc.)
  • Tráfego orgânico
  • Monitoramento de posicionamento de keyowords
  • Análise da concorrência
  • Auditoria de site
  • Análise de backlinks
  • Identificação de oportunidades de conteúdo
  • Monitoramento de visibilidade da marca na busca orgânica

SEranking

O SEranking é uma ferramenta de SEO que é uma alternativa ao uso do Semrush. Com funcionalidades bem similares, é possível:

  • Rodar uma completa auditoria no site
  • Planejar conteúdo otimizado com base em dados de pesquisa de palavra-chave, volume de busca, dificuldade, descobrir para quais keywords o seu conteúdo aparece e quais os concorrentes estão aparecendo, além de monitorar a mudança de posicionamento delas ao longo do tempo
  • Analisar a concorrência (tráfego, posicionamento, palavras-chave, etc)
  • Otimizar a saúde do site 
  • Análise da qualidade dos backlinks e identificação de links tóxicos
  • Monitorar as principais métricas da busca orgânica
  • Entre outras funções que podem ajudar em uma estratégia de SEO para e-commerce

AHREFS

É uma ferramenta de SEO que é uma alternativa ao uso do SEranking e do Semrush em uma estratégia de e-commerce para o Google. 

Assim como as duas outras opções, o AHREFS permite identificar oportunidades, analisar a concorrência, ter insights, fazer análises detalhadas para melhorar a otimização de SEO da sua loja virtual acompanhando o desempenho na busca orgânica.

 O que possibilita aumentar a visibilidade do seu negócio online. Confira as principais funcionalidades do AHREFS:

  • Pesquisa de keywords
  • Análise da Concorrência
  • Auditoria do site (SEO Técnico, Onpage, Offpage e Conteúdo)
  • Análise de backlinks
  • Acompanhamento do posicionamento de páginas e palavras-chave
  • Monitoramento da marca (menções)
  • Entre outras

Pingdom

É uma ferramenta de SEO que monitora o desempenho do website para melhorar a experiência do usuário e assim ajudar a aumentar as chances de conversões e vendas na sua loja virtual. 

Com o uso do Pingdom, é possível realizar importantes análises de SEO técnico como:  

  • Teste de velocidade no site
  • Teste de carregamento em diferentes localizações geográficas
  • Identifca quais elementos da página estão demorando a carregar 
  • Analisa o tempo de resposta do servidor
  • Identifica links quebrados e erros no site como HTTP 404
  • Analisa recursos de terceiros na loja virtual como scripts externos que podem deixar o site lento
  • Entre outras funcionalidades que ajudam no SEO técnico do seu e-commerce

PageSpeed Insights

 O PageSpeed Insights é uma ferramenta do Google que avalia a saúde do site com foco na velocidade de carregamento para que as páginas tenham melhor desempenho nesse quesito. E permitindo assim que a loja virtual ofereça uma experiência de usuário melhor para os possíveis compradores. 

Ou seja: muito útil para as estratégias de SEO técnico do seu e-commerce. Com ele, é possível:

  • Otimizar a velocidade do site tornando o website mais rápido
  • Reduzir o tempo de resposta 
  • Analisar páginas tanto para dispositivos móveis quanto para desktop e obter sugestões de otimizações específicas para solução do problema apontado
  • Entre outros recursos que ajudam a melhorar a saúde do site

Conclusão

Traçar boas estratégias de SEO para e-commerce é fundamental para conquistar melhores resultados na busca orgânica como, por exemplo, alcançar posições mais altas para diferentes palavras-chaves no ranqueamento do Google. 

O que costuma gerar o aumento de tráfego orgânico, maior taxa de cliques, além de fazer a sua empresa ter maior visibilidade no buscador. 

Esses resultados de SEO colaboram diretamente com o negócio porque ao otimizar sua loja virtual para que ela ofereça melhor experiência de usuário, você também está aumentando as chances de crescer vendas e conversões. 

Precisa de ajuda para montar as estratégias de SEO do seu e-commerce? Nós adoramos trocar uma ideia sobre como otimizar para o Google pode alavancar os resultados do seu negócio. 
Se precisar da gente, é só agendar uma conversa com especialistas da Search Lab!

Search Lab

Search Lab

A equipe da Search Lab é composta por analistas de SEO, desenvolvedores frontend, redatores, etc. Todos com uma característica em comum: a paixão por SEO.
Compartilhe esse conteúdo:

Posts relacionados