Gerente de Ecommerce: O que você precisa saber sobre SEO?

Gerente de ecommerce: o que você precisa saber de SEO

Tocar o SEO da loja virtual é um dos grandes desafios para muitos gestores de ecommerce. Afinal, o canal orgânico é cheio de especificidades

Entregas e resultados são distintos das campanhas de Ads ou Redes Sociais. Até porque a equipe SEO é multidisciplinar reunindo especialistas tanto com hard skills quanto com soft skills. 

Mas, até que ponto um gestor de commerce precisa saber de SEO para trazer resultados para o negócio com o canal orgânico? É isso que você vai ficar sabendo nesse post Search Lab. Confira:

Principais benefícios de investir em SEO para ecommerce

  • Awareness: quando sua loja virtual tem páginas nas primeiras posições do Google e/ou outro buscador, a empresa passa a ser reconhecida por seu público-alvo e buyer personas. O que resulta na ampliação da consciência da marca.
  • Tráfego orgânico: quando seu ecommerce aparece em posição de destaque na primeira página do buscador é porque tem conteúdo relevante para aquela busca específica e como os usuários clicam normalmente nas 5 primeiras posições e no resultado zero (featured snippet), a quantidade de visitantes na sua loja virtual costuma aumentar bastante. 
  • Conversões: o SEO pode trabalhar, não apenas para trazer pessoas para a página, por meio do tráfego orgânico, mas até mesmo para ajudar os usuários a realizarem conversões. O que envolve normalmente preenchimento de formulários.

Quando uma loja virtual deve investir em SEO

Para começar um projeto de SEO para ecommerce, a parte técnica da sua loja virtual precisa estar em dia. O que pode implicar na necessidade de uma migração de plataforma (caso a da sua empresa tenha limitações tecnológicas) antes mesmo do trabalho de otimização ter início. Além disso, costuma valer a pena o investimento em SEO quando sua loja virtual: 

  • Tem grande dependência da mídia paga: quando o budget de Google Ads não para de crescer porque seu ecommerce está altamente dependente da mídia paga, investir em SEO costuma ser uma boa solução porque você diversifica as formas de atrair pessoas para sua loja virtual. E ainda pode direcionar melhor o investimento entre os dois canais.  
  •  Ter mais autoridade e relevância no seu segmento: quando seu ecommerce precisa ficar conhecido como referência nos assuntos relacionados ao que vende para se destacar da concorrência, o investimento em SEO costuma trazer ótimos resultados. Para alcançar esse objetivo, uma estratégia de blog costuma fazer a diferença. 
  • Vende produtos complexos: quando a jornada de compra é extensa porque você está vendendo produtos de alto valor agregado, por exemplo, ou para um segmento super nichado, o investimento em SEO costuma funcionar bem. 

Como começar uma estratégia de SEO

Ter um objetivo claro do que quer alcançar com o canal orgânico é o primeiro passo. Para isso, você precisa ter em mente 3 informações básicas: 

  • Qual resultado ou métrica quer melhorar
  • Em que porcentagem
  • Em quanto tempo

 Exemplo disso seria: crescer em 20% da taxa de conversão da loja virtual no período de 4 meses. Ou aumentar as vendas online em 50% em 1 ano. 

 Definir objetivos e metas  de SEO é algo indispensável porque norteia todo o planejamento e trabalho de otimização do seu ecommerce. Afinal, fica muito mais fácil pensar estratégias e implementá-las quando se conhece os rumos que o negócio quer tomar. 

Vale lembrar ainda que as estratégias de SEO precisam estar bem alinhadas com as de Ads e de Marketing Digital como um todo. Isso porque, juntas, elas facilitam o ecommerce a atingir o principal objetivo do negócio que é vender mais.   

Estratégias de Ads e SEO devem se complementares

Enquanto o investimento em SEO traz resultados ao médio ou longo prazo, o retorno dos anúncio online no buscador (Google Ads) é ao curto prazo. 

Embora os canais sejam diferentes com  tempos de retorno sobre investimento (ROI) distintos, é importante lembrar que tanto SEO quanto Ads têm um objetivo em comum: elevar o tráfego da sua loja virtual aumentando as chances de venda online. 

Portanto a dica é criar estratégias para cada um desses canais de Marketing Digital que sejam complementares, para que juntos, façam a empresa a vender mais. 

Algoritmos e updates mais importantes para ecommerce

É verdade que um gerente de ecommerce não precisa entender profundamente sobre os algoritmos do Google.

Mas, para conseguir ver valor em algumas demandas e entregas de SEO, é importante ter uma noção básica sobre os principais algoritmos relacionados a ecommerce e suas atualizações. Para assim saber como podem afetam os resultados do canal orgânico como por exemplo:

  • Mobile First Index: como hoje em dia, a maioria dos usuários do Google acessam o buscador via internet móvel, a versão mobile dos sites passou a ser prioridade na indexação
  • Mobile Friendly: pelo mesmo motivo, o Google passou a privilegiar na SERP páginas com layout responsivo e todo um design que ofereça melhor experiência de usuário em dispositivos móveis como smartphones e tablets. 
  • Mobile Speed: esse update do Google também ocorreu em virtude da necessidade de páginas que carreguem rapidamente em telas de celulares e tablets 
  • Panda: é um algoritmo que pune conteúdo duplicado, excesso de palavra-chave,  Bounce Rate alto, muitos visitantes únicos, etc. 
  • Penguin: é o algoritmo que penaliza práticas defasadas de Link Building como links de má qualidade em sites de terceiros que não têm o menor contexto com as páginas de destino (no caso as do seu ecommerce)
  • BERT: o mais novo algoritmo do Google permite que o buscador interprete conteúdo, o mais próximo possível, de como um entenderia um ser humano. Portanto ele ocasionou a produção de conteúdo otimizado, ainda mais natural, e com base na intenção do usuário com a pesquisa.

Como funciona um projeto SEO

Após a definição dos objetivos, recursos e todo escopo do projeto SEO para ecommerce, é hora de começar o planejamento estratégico. Mas, para que o trabalho de otimização do canal orgânico faça sentido gerando bons resultados, é importante seguir as seguintes fases: 

  • On Page SEO: tudo começa pelo plano de ação para otimizações de páginas do seu ecommerce. Isso porque uma loja virtual com alto tempo de carregamento, páginas com erro 404 e até mesmo uma arquitetura da informação que não funciona bem, acaba espantando os usuários e impactando as vendas online. 
  • Otimização de conteúdo: conteúdo otimizado para página de produto também pode facilitar  conversões e vendas do seu ecommerce, além de melhorar o posicionamento no Google. O mesmo ocorre com páginas de categoria, subcategorias e departamentos. Até o conteúdo do blog precisa ter uma estratégia de SEO por trás para trazer resultados. 
  • Link Building: as estratégias de SEO Offpage são a última coisa a ser trabalhada em um projeto SEO. Isso porque os backlinks de qualidade são importantes, mas pouco adianta, trabalhar o pilar autoridade se sua loja virtual não está preparada tecnologicamente e com conteúdo otimizado para atender bem quem chega para comprar.

Como analisar métricas de SEO para ecommerce

Para fazer o SEO tomar o rumo certo para resolver a questão do seu ecommerce, a dica é fazer da seguinte forma:

  1. Defina a questão do negócio que SEO vai resolver: (ex: melhorar vendas da categoria roupas femininas)
  2. Identifique os KPIs relacionados ( ex: taxa de conversão e posicionamento médio de página)
  3. Analise a SERP (seu poscionamento e dos concorrentes em determinados termos) para entender se é possível resolver ou é melhor identificar outras oportunidades (caso sua equipe não tenha condições de fazer isso agora). 
  4. Por último é que você vai consultar as ferramentas (Google Analytics, Google Search Console,  SEM Rush, Ahrefs, etc.)  para cruzar dados e buscar respostas para a pergunta de negócio olhando só as métricas de SEO que fazem sentido como: 
  • CTR
  • Keywords
  • Velocidade de carregamento
  • Páginas por Sessão
  • Tempo Médio de Sessão
  • Bounce Rate
  • Entre outras que serão analisadas conforme sua pergunta de negócio 

curso seo para gerentes de ecommerce Search Lab

Como projetar resultados em SEO para seu negócio

  1. Foco no objetivo para que todo o trabalho de SEO siga o rumo certo
  2. Compare na planilha qual a meta e a projeção para assim entender o que pode ser feito. ex: se a meta tem a ver com receita, o SEO pode trabalhar para melhoria de CTR das páginas que mais trazem dinheiro para seu ecommerce
  3. Entender as métricas diretamente relacionadas à meta para descobrir o que precisa ser melhorado ex: páginas da loja virtual que mais trazem receita estão demorando muito para abrir,  portanto para atingir a meta, é preciso aumentar a velocidade de carregamento para assim crescer a taxa de conversão delas.  
  4. Avalie o resultado da tarefa de SEO (no caso a otimização para aumentar a velocidade de carregamento) em relação aos resultados de meta (aumentar conversões em 50% nos próximos 4 meses)

Conclusão

O investimento em SEO é necessário para que o ecommerce tenha mais gente navegando nas páginas da loja virtual. O que é indispensável para aumentar conversões e vendas online.

Mas, para tocar um projeto SEO, um gerente de commerce não precisa ser um expert no canal orgânico. Ele precisa mesmo é entender o processo como um todo. Ou seja, que SEO traz resultados ao longo prazo e ficar por dentro de como as otimizações e demais entregas colaboram para as vendas 

E principalmente ter consciência que para o planejamento e trabalho de SEO estar no rumo certo, é preciso que o objetivo seja claro, bem definido e esteja em total conformidade com os objetivos do negócio e do Marketing Digital. 

curso seo para ecommerce

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nossos Parceiros
Plataformas
Newsletter
Confirme que não é um robô
Rolar para o topo