Diário de um experimento SEO – Auditoria de performance de conteúdo

Sempre falamos para clientes e parceiros que o ranqueamento é meio e não fim.

De nada adianta ter muitas páginas bem ranqueadas se as métricas de negócio não estão na mesma direção.

Pensando nisso, resolvemos montar um post um tanto quanto diferente.

Faremos um experimento de SEO tendo como base esse nosso princípio e compartilharemos com vocês os resultados, sejam eles positivos ou negativos.

Para executá-lo, utilizaremos algumas métricas de SEO e algumas métricas de negócio da nossa frente educacional, que é o Marketagem.

Esse experimento é muito válido em estratégias de Inbound Marketing, pois pode otimizar os resultados finais de Leads.

Por que ranqueamento é meio e não fim?

SEO é composto por uma série de técnicas e estratégias que permitem um melhor posicionamento de sites nas buscas orgânicas do Google.

Porém, antes disso, SEO é direcionado à resolução das questões propostas pelos usuários no ato da busca.

Desse modo, de nada adianta ranquear bem se o usuário não realizar a ação que a página propôs.

Antes de partir para técnicas, pense estrategicamente.

Métricas de SEO utilizadas

Tipo de conteúdo / página

Como informamos acima, SEO primeiramente parte de uma boa estratégia.

Pensando nisso, destrinchamos qualquer site em:

  • Posts;
  • Páginas de Produto / Serviço;
  • Landing Pages.

Backlinks (Link Building)

Backlinks são os links externos que apontam para o conteúdo (página do site).

Tráfego

Para que qualquer site / página gere resultado, ela precisa de tráfego.

Portanto, essa será uma métrica importantíssima para o nosso experimento, pois de nada adianta o bom posicionamento se não há tráfego.

Métricas de Negócio utilizadas

Conversão

O que é uma conversão para nós? É um objetivo concluído.

Como pensamos no blog, temos algumas conversões envolvidas nele, como “Assinatura de Newsletter”, “Download de E-book” e “Matrícula em Curso”.

Olhando para o funil, cada uma dessas métricas conversa com a etapa da jornada de compra do consumidor.

Taxa de Conversão

A taxa de conversão pode ser medida através da seguinte conta: número de conversões / número de visitas.

 

seo atomoHipóteses para o experimento SEO

Pretendemos através do experimento aumentar o volume de leads no topo do funil.

Desconfiamos que temos posts que podem melhorar os resultados e posts que hoje não fazem tanto sentido.

Porém, não desejamos tomar decisões baseadas em achismos.

Tomaremos como base a conversão “Assinatura de Newsletter”.

Queremos atuar de forma cirúrgica em autoridade, UX e CRO.

Passo a passo do experimento

1 – Definição de tipo de conteúdo e extração de URLs

Após definir a hipótese que será atacada, precisaremos baixar as URLs correspondentes ao tipo de conteúdo que queremos atacar.

No nosso caso foram postagens do blog.

Feito isso, precisamos exportar as URLs do blog.

Para isso utilizamos a ferramenta URL Profiler (possuí trial) e exportamos o sitemap de postagens (https://marketagem.com.br/post-sitemap.xml)

Abaixo segue uma imagem com as instruções de como extrair a planilha.

passo-a-passo-seo-experimento

No nosso caso utilizamos dados do Majestic Free, que tem limite de 500 páginas por dia.

Ao extrair a planilha, você terá acesso a métricas como:

  • Citation Flow
  • Trust Flow
  • External Links
  • etc…

Crie uma cópia da planilha no Google Planilhas e vamos para o próximo passo.

PS: A ferramenta utilizada nesse processo foi a URL Profiler.

2 – Definição de tipo de conversão e extração de dados

No nosso caso, como optamos trabalhar com postagens do blog, utilizaremos a conversão “Assinatura de Newsletter” como parâmetro de conversão.

Para isso, precisaremos criar um relatório personalizado no Google Analytics que mostre para a gente as principais páginas de destino, o volume de visualizações de página de cada uma, e as conclusões da meta “Assinaturas de Newsletter” gerada.

Utilize exatamente esses critérios. O GA poderá embolar um pouco a sua cabeça nas metas carregando taxa de conversão. Para não acontecer isso, basta escolher:

  • Dimensões: Páginas de Destino;
  • Métricas: Visualizações de Página e Conclusões de Meta.

Com o relatório em mãos, defina um período de medição e copie os dados para uma outra aba da planilha criada com as URLs.

A partir daí, serão 2 planilhas (fontes) de dados:

  • 1 de quantidade de backlinks
  • 1  de quantidade de pageviews e conversões

Numa 3ª aba, precisaremos exibir por URL, a quantidade de backlinks, a quantidade de pageviews e conversões.

Com isso, as seguintes decisões serão tomadas:

  1. Excluir conteúdo;
  2. Manter conteúdo (OK);
  3. Melhorar UX;
  4. Melhorar Autoridade;

Próximos passos

proximos passos

Geramos a nossa planilha e vimos que existem alguns conteúdos que devem ser excluídos e outros melhorados.

Partiremos para essas ações e nas próximas 4 semanas iremos monitorar os seguintes KPIs:

  • Aumento de posicionamento médio (para medir o quanto um conteúdo fraco impacta na performance total do Blog);
  • Aumento de posicionamento em palavras estratégicas (para medir o quanto a auditoria colaborou com o aumento de posicionamento);
  • Aumento de conversão nos posts que convertiam pouco ou não convertiam (para medir o impacto das mudanças propostas na Auditoria);
  • Aumento de tráfego (para medir o impacto das mudanças propostas na Auditoria);
  • Média de Bounce Rate (para medir o impacto das mudanças propostas na Auditoria);

Aguardem os resultados, que serão compartilhados na próxima postagem da série “Diário de um experimento SEO”.

O que acharam desse novo formato de postagem?

Deixem um comentário e assinem a nossa Newsletter para receber conteúdos como esse diretamente por e-mail.

Até a próxima postagem.

Leave a Reply 1 comment

Flavia - 6 de dezembro de 2017 Reply

Excelente a proposta de vocês! Uma forma maravilhosa para crescer e colaborar também para o crescimento do mercado. Obrigada por compartilhar conosco.

Leave a Reply: