Estratégias de SEO para 2019

2019 começou e junto com janeiro vem novas definições de negócio, novos KPIs, desafios e as estratégias para os canais de venda. Pensando nisso, produzimos esse conteúdo, que’ vai te ajudar na definição estratégica em SEO. Vamos em frente!

Como montar uma estratégia em SEO para 2019

O trabalho de SEO envolve diferentes áreas, cenários e especificações diferentes para cada clientes, cada industria e principalmente, desafios! Ora a plataforma tem limitações de tecnologia, ora a verba para SEO é reduzida ou a mão de obra não vai dar conta de um projeto. Para definirmos possíveis estratégias de SEO para 2019 vamos primeiro ver o que aconteceu em 2018 que gerou impacto nas buscas e como podemos aproveitar essas mudanças e updates do Google para ganharmos relevância e começarmos o ano de bem com os algoritmos ; ]

O que aconteceu em 2018 que vai impactar em 2019

Não temos como precisar exatamente, quantos updates nos algoritmos tivemos esse ano, porém, temos fontes, indícios e em alguns casos confirmação do próprio Google de que algo mudou. Mesmo que não saibamos de todos os detalhes no que aconteceu 100% das vezes, são informações bem confiáveis.

Por isso, abaixo vamos passar por 8 mudanças comprovadas e significativas que tivemos no Google em 2018.

“Brackets” Core Update

Quando: março/2018

Esta foi uma atualização de algoritmo mais ampla. Este tipo de mudança não acontece sempre. As mudanças mais comuns são focadas em um determinado ponto.

algoritmo google panda

Com essa mudança, algoritmos mais antigos, como o Panda passaram a fazer parte do algoritmo central.

Um resumo do Brackets Core update foi em relevância de uma conteúdo pensado no usuário e oferecer uma boa experiência de navegação.

Isso a princípio parece ser tarefa fácil, mas produzir o conteúdo certo para o exato momento da jornada do usuário, seja ela para aprender algo, na captação de lead ou na conversão, isso não é simples. Foque em produzir um conteúdo para seu usuário e para cada momento do jornada.

Se você tem alguma dúvida sobre o Panda ou quais são e o que cada um dos principais algoritmos do Google funcionam, não se preocupe! Temos uma página com conteúdo exatamente sobre isso.

Mobile First Index Rollout

Quando: março/2018

O rastreamento, indexação e classificação do Google usavam a versão desktop do conteúdo de uma página para gerar a primeira indexação.

Porém, eles notaram que muitas vezes a versão desktop era muito diferente da versão mobile. Sendo assim, a indexação passou a percorrer o caminho inverso: do celular para o desktop.

Na prática, esse update tem consequências que podem ser graves.

  1. Se seu site não tem uma versão responsiva ou mobile, é possível que algumas páginas demorem mais para indexação.
  2. Praticamente em todos os mercados o crescimento de acessos via dispositivos como smartphone e tablets crescem, logo, se não está evoluindo junto com o mercado, está perdendo tempo e dinheiro.

Importante: o fato de não ter um site responsivo ou mobile não impacta diretamente os resultados no desktop. A menos, por questões de navegação do crawler, já que a indexação será feita no mobile e depois no desktop.

Carrossel de vídeos na SERP

Quando: junho/2018

O Google moveu os vídeos de resultados semelhantes aos orgânicos para um carrossel de vídeos dedicado.

Isso mudou drasticamente algumas experiências de busca e também deixou clara a importância de trabalhar com vídeos na estratégia de marketing como um todo.

Já foi o tempo em que se otimizava somente as páginas. A otimização de imagens, marcação de dados, posição zero, entre outras demandas e estratégias estão cada vez mais evidentes. O Google cada vez mais pensa na experiência do usuário. Faça isso também!

Mobile Speed

Quando: julho/2018

O Mobile Speed afetou somente as páginas com experiência mais lenta aos usuários no mobile e isso resultou em apenas uma pequena porcentagem das consultas.

A intenção de busca ainda é um sinal muito forte, portanto, uma página lenta ainda pode ser altamente classificada se tiver um conteúdo relevante e excelente.

Confira no post abaixo um artigo completo sobre o impacto do carregamento de página em SEO.

Medic Core

Quando: agosto/2018

Agosto, foi um mês agitado na SERP. O Google realizou um grande update em seu algoritmo que afetou principalmente nichos de saúde, medicina monetização.

Esse foi um update amplo do algoritmo principal e mais uma vez, focando em um bom conteúdo. Nesse caso, o impacto maior foi em sites que oferecem formas “rápidas” ou “questionáveis” de se ganhar dinheiro, ou emagrecer, por exemplo.

De modo geral, são sites focados em como ganhar dinheiro e eventos da vida. A diretriz dos avaliadores do Google define esses sites:

  • Páginas que pedem informações pessoais, como seu CPF, dados bancários, entre outros que podem ser usadas para falsificações, roubos, compras com seus dados, entre outros problemas.
  • e-Commerces e páginas que façam transações monetárias. No geral, páginas que solicitam ao usuário dados de compras.
  • Páginas que oferecem informações médicas ou de saúde que podem afetar seu bem-estar físico. Por exemplo: como emagrecer dormindo.
  • Páginas com conselhos sobre grandes decisões da vida. Por exemplo: como criar seu filho ou como enriquecer.
  • Páginas que oferecem conselhos sobre os tradicionais problemas da vida. São eles sobre felicidade e finanças (páginas que fornecem aconselhamento jurídico ou financeiro).

Aumento de buscas com resultado 0 e com layout snippet

A posição zero é um snippet de destaque logo abaixo dos anúncios no Google Ads, antes dos demais resultados orgânicos.

Geralmente as posições zero estão relacionadas às buscas de perguntas, como: O que são canais de Marketing Digital, como limpar prata, quem foi Bozo no Brasil, entre outras perguntas.

Com esse update, empresas que muitas vezes nem eram conhecidas passaram a ganhar espaço através da posição 0.

Nesse exemplo, o 1º colocado é a Resultados Digital, logo abaixo, em 2º, está o Marketagem. Reparem também nas métricas e Autoridade de domínio e autoridade de página. Vale ressaltar o que vimos até agora, diversas mudanças no Google foram relevantes para bons conteúdos.

Title e Description voltando ao tamanho padrão

Sim, o tamanho de title e description mudou novamente. 5 meses depois do Google ter aumentado para 160 caracteres o tamanho do title e 320 caracteres o tamanho da description, voltamos ao padrão anterior.

Hoje temos para title o ideal é não passar de 68 caracteres. Esse número já atende mobile e desktop.

Para description, fica na casa dos 155 caracteres.

O que se aprende com isso? Sempre de tiver um update no Google de variações em title, description ou qualquer outra que tenha que mudar todas as páginas (mesmo que de forma automatizada), faça nas principais páginas e siga atualizando as demais aos poucos. Nunca se sabe quando isso pode mudar.

Mais relevância em HTTPS

Segurança mais uma vez ganhou relevância aos olhos do Google. O https é um protocolo mais seguro que ajuda seu computador na troca de informações com o servidor.

Assim como no update Medic Core, fica nítida a preocupação com a segurança e boa experiência do usuário.

O que prevemos em SEO para 2019

Segundo nossa bola de cristal… 2019 será um ano em que teremos alguns updates ficados em tecnologia, conteúdo e usabilidade. Montamos uma breve lista de assuntos que podem (na verdade, vão!) gerar mudanças na SERP.

E (Expertise), A (Authority) e T (Trust)

E (Expertise), A (Authority) e T (Trust), em português, expertise, autoridade e confiança. Esse foi um dos principais pontos de mudança no guideline do Google em 2018 tudo indica que vai continuar sendo muito explorado.

Esse fator tem ligação com conteúdo, tecnologia, marcação de dados e com link building.

Pontuando cada um dos temas:

Expertise

Faça conteúdos de acordo com sua expertise. Se você é responsável por determinada área na empresa ou na industria que atua, escreva sobre isso. Cada vez mais o Google valoriza as pessoas e as qualificações de cada um.

Autoridade

Trabalhe para ter autoridade em determinado assunto. Nesse caso vale fica o alerta para trabalhar o link building. Busque nichos do seu mercado ou industria e conquiste backlinks em sites com bons KPIs para os usuários, em outras palavras, foque em sites relevantes.


Confiança

A confiança está intimamente ligada aos dois pontos anteriores. Você ganha a confiança do mercado e usuários quando produz conteúdos de qualidade, gera informações para sua industria, trabalha sua marca pessoal e participa efetivamente do mercado.

Velocidade de carregamento

Em 2018, o Google deixou claro que priorizará sites com boa velocidade de carregamento, sites seguros e em 2019 ele continue com esse movimento de priorizar mais questões tecnológicas.

O desafio de sites rápidos continua!

Otimização para perguntas

O EAT é importantíssimo em SEO. Com isso, responder às perguntas dos usuários e seus possíveis clientes é imprescindível.

Conteúdo para pessoas

Isso pode ser feito através de um blog ou de uma página de FAQ bem estruturada. Em ambos os casos o conteúdos deverá ser bem trabalhado, e principalmente, feito para o usuário, resolvendo sua dores e desejos (se possível).

Além de reforçar a autoridade e a expertise, ainda há uma boa probabilidade de alcançar a posição 0.

Estratégias que podem ser usadas

Depois de muita explicação, tipos de resultados e alguns exemplos. Vamos partir para o que deve ser feito. “Peneiramos” algumas estratégias que podem ser usadas para potencializar os resultados para seu site, seja ele um e-commerce, site institucional ou blog.

dias de SEO

Busca para posição zero

Busque no SAC, FAQ ou com pessoal de atendimento ao cliente/usuários quais são as principais perguntas feitas e estrutura conteúdos relevantes para responde-las.

Não escreva para converter, escreva para ajudar o usuário. A conversão será consequência, mas vale um CTA para newsletter.

Para posição zero, vale a dica de ver outros resultados na posição zero e ver como eles estão estruturados e o que o Google apresenta na SERP. Já adianto que ter as headings bem estruturadas vão ajudar o Google a identificar quais são os pontos mais importantes da sua resposta.

Produção de conteúdo por especialista

Pensando em aproveitar o EAT, quanto mais denso e bem escrito o conteúdo, melhor. Procure especialistas no assunto na sua empresa para produzirem os conteúdos.

Junto com os conteúdos, trabalhe sua marca pessoal. Seja uma referência em um ou mais assuntos, busque autoridade, vá em eventos, seja uma referência no seu mercado ou industria.

Conteúdos focados nas demandas do usuário

Assim como a posição zero, escreva para o usuário. FAQ e SAC são verdadeiras minas para SEO. De lá saem várias oportunidades em termos tanto para ranqueamento quanto para conversão.

Lembre-se, resolva os problemas do usuário. Certamente, você, conhecendo o mercado, poderá ajudar muito na produção de conteúdo.

Link building com sites do mesmo nicho

Mais uma estratégia fundamentada no EAT. Dessa vez o foco é na autoridade.

Trabalhando link building em sites do mesmo nicho, você ganha autoridade e relevância e isso ajuda a se tornar referência. KPIs como autoridade de domínio, trus flow e citation flow são importantes, mas links de sites que tratam do mesmo assunto também vão ajudar muito.

Converse com seu usuário

Isso mesmo, conversar. Use pesquisas, analise dados entre em contato com seus clientes e usuários para saber o que eles esperam.

No próprio site da Search Lab, usamos pesquisas para entender quais são as dúvidas e dores dos clientes e usuários em relação ao universo SEO. Inclusive, esse conteúdo foi escrito pois os resultados das pesquisas mostraram que dúvidas em estratégia SEO são uma das dores que precisam ser tratadas.

Se você tem outras dúvidas ou dificuldade na definição de estratégia ou implementação da mesma, entre em contato por email ou deixe seu comentário. Somos especialistas em SEO ; ]

Leave a Reply 0 comments

Leave a Reply: