Rich Snippets para E-commerce – Quais são as oportunidades e como implementá-las

Quantas vezes já realizou uma busca de um produto no Google e se deparou com resultados de busca bem parecidos?

Infelizmente isso é algo comum, seja por conta de integrações entre sistemas, disponibilidade de recursos na equipe ou desconhecimento sobre o assunto.

Os Rich Snippets podem ser uma mão na roda para diderenciar resultados na SERP, aumentar a taxa de clique (CTR) da página e consequentemente a conversão do produto.

É exatamente sobre isso que falaremos nesse post. Através dele você entenderá:

  • O que são Rich Snippets;
  • A importância deles para SEO;
  • Quais são as oportunidades para e-commerce;
  • Como implementar Rich Snippets em páginas de produto;
  • Como o Google interpretará esses dados;

Vamos lá?

O que são Rich Snippets

De uma forma mais técnica, rich snippets são inserções de informações no código HTML do site (Web Semântica) com a função de classificar e organizar os conteúdos do site.

Essa organização é importante para os usuários (que poderão ter informações adicionais nos resultados de busca) e para a correta leitura do crawler (uma vez que a página terá os dados todos marcados, como se fossem placas de sinalização).

Eles foram introduzidos no mercado pelo Google em 2009 mas ainda assim existem muitas oportunidades de uso deles para melhoria de resultados nas páginas de busca.

Na prática:

serp marcação seoVocê fez uma busca de ração royal canin para shi tzu e dentre os resultados exibidos, uns já vieram com informações de preço e avaliação de clientes e outros estavam somente com title e description.

Considerando que está em um momento de compra, qual resultado chamaria mais a sua atenção?

Por que devo me preocupar com isso

Pensando em SEO, as Rich Snippets funcionam como um empurrão a mais para o usuário clicar em um resultado de busca.

Então, se eu implementar rich snippets no meu e-commerce, o meu CTR na SERP será maior? Aí que entra o grande X da questão.

Ele será maior caso a informação marcada seja relevante para a intenção de busca de um usuário.

No exemplo acima, há claramente a intenção de compra, portanto, faz muito sentido ter avaliações, informações de preço e volume de comentários no resultado.

Considerando o preço como um dos fatores de decisão de compra, se ele estiver bom com o title e a description otimizadas, pode ter certeza que o seu CTR será maior comparando o passado.

Então, se o seu produto está bem posicionado para buscas relacionadas, você pode conquistar mais tráfego ainda.

O mesmo resultado se aplica a sites em posições intermediárias, afinal, se o CTR aumenta, isso significa que o site é mais relevante para a busca em questão.

Dessa forma, é legal para o Google subir o posicionamento daquela página.

Lembrando que o CTR é um dos fatores de ranqueamento, portanto pode ser que tenha que executar outras otimizações para conseguir uma mudança de posicionamento.

Oportunidades para E-commerce

oportunidades seo

Existem muitas marcações de dados que podem ser lidas pelo crawler.

Você ressaltar informações da empresa, dos sócios da empresa, do local onde a empresa está, links adicionais (sitelinks), breadcrumbs, entre outros.

Para ter uma ideia melhor das possibilidades, acesse:

Um ponto que vale ressaltar é que dependendo da marcação, será necessário um conhecimento de programação, pois ela deverá ser inserida diretamente no código.

Como estamos falando de e-commerce, abaixo listamo 1 marcação específica para isso que ajuda bastante no aumento do CTR (taxa de clique) e consequentemente na conversão.

Marcação para produtos

Ao adicionar a marcação do tipo “produtos” às suas páginas de produtos, você passará a fornecer informações detalhadas sobre seus produtos.

Assim os usuários podem ver o preço, a disponibilidade e as classificações de avaliações diretamente na SERP.

Como implementar

As 02 marcações acima fazem parte das marcações com implementação simples.

Elas podem ser implementadas diretamente pelo Google Search Console através da opção Marcação de dados.

Veja como é simples marcar os 2 dados citados acima em uma pág de produto:

  1. Acesse o Search Console;
  2. Clique na opção “Aspecto da Pesquisa”;
  3. Clique na opção “Marcador de dados”;
  4. Clique no botão “Começar a destacar”;
  5. Insira a URL da página que deseja destacar algum dado e escolha qual é formato da marcação;
  6. Selecione com o mouse as partes que deseja marcar e associe com as informações do formato de marcação escolhido;
  7. Publique as marcações.

Como saber se a marcação foi implementada corretamente

teste marcação seoO Google disponibiliza uma ferramenta de teste de dados estruturados que é bem simples de utilizar.

Ao acessá-la, basta digitar a página que deseja checar e clicar no botão “executar teste”.

Feito isso, você saberá as marcações que estão corretas e se estiver com algum erro, ela também apontará onde está.

Dados marcados. Há garantia de exibição na SERP?

Como todos sabem, o Google não é bobo nem nada.

Ele que decide se o dado marcado é relevante a ponto de ser exibido na SERP ou não.

Dessa forma, não adianta marcar tudo quanto é dado  sem ter por trás uma lógica associada a intenção de busca do usuário.

Pensando no caso do início da postagem, se os sites sem marcação as realizarem, elas provavelmente serão exibidas nas buscas, pois faz bastante sentido ter informações de preço e avaliações para o usuário e para o Google.

Conclusão

Note que desde o início associamos as otimizações com aumento de tráfego e conversão.

Não adianta aumentar o tráfego e a última linha do Excel não fechar.

Pense bem antes de executar ações de SEO.

As vezes o seu problema pode não ser tráfego e sim ativação do usuário que chega na página (CRO).

Assine a nossa newsletter e receba conteúdos sobre SEO diretamente no seu e-mail.

Leave a Reply 0 comments

Leave a Reply: